29/11/2022

UNIICA vence 1ª edição do Integrated Care Award

O "Integrated Care UNIICA" do Centro Hospitalar de Setúbal, EPE, venceu a 1ª edição do Integrated Care Award, uma iniciativa da “A Portuguese Association for Integrated Care” (PAFIC), em parceria com a Lean Health Portugal, que decorreu no II Encontro Nacional de Integração de Cuidados, em Aveiro.

Integrated Care Award pretende reconhecer e promover a divulgação de projetos nacionais desenvolvidos e implementados na área da Integração de Cuidados, por organizações públicas, sociais e privadas.

A Unidade integrada de Insuficiência Cardíaca (UNIICA), criada em 2018,  é uma unidade funcional constituída por uma equipa partilhada e multidisciplinar dos Serviços de Cardiologia e de Medicina Interna que em conjunto e em colaboração com os cuidados de saúde primários, assumem a responsabilidade pela sua gestão, definindo as estratégias e a sua operacionalização. O núcleo hospitalar integra ainda as especialidades de Pneumologia, Nefrologia, Psiquiatria, Cuidados Paliativos e as áreas de Nutrição e Psicologia.

A UNIICA  tem como missão melhorar a qualidade dos cuidados de saúde prestados aos doentes com Insuficiência Cardíaca, garantindo uma abordagem multidisciplinar, com recurso a novas tecnologias e centrada no doente.

Em 2022 encontram-se em seguimento 823 doentes,  tendo sido efetuadas até outubro de 2022, 2725 consultas médicas e 3862 episódios de hospital de dia.

Desde 2019 até 30 de Outubro de 2022, foram realizadas 4219 consultas telefónicas estruturadas, distribuídas através de atendimentos programados e não programados. No que diz respeito às sessões de Hospital de Dia, 345 corresponderam a episódios de descompensação, geridos em ambiente de hospital de dia e que não necessitaram de internamento/ida ao Serviço de Urgência (internamento evitável).

Relativamente aos doentes sob telemonitorização, desde o início do programa de telemonitorização foram abrangidas 40 pessoas com IC e neste momento, estão 20 doentes em seguimento diário, prevendo-se um aumento em 2023 para 25 doentes. Entre 2019 e 2021 verificaram-se 41 episódios de alerta clínicos confirmados sendo que 83% foram resolvidos sem necessidade de ida ao serviço de urgência ou internamento.

Entre  2018  e 2019 registamos uma redução de 100% da % de hiperfrequentadores com >= 10 episódios/ano e de 72,7% da % de hiperfrequentadores com >= 4 episódios/ ano de vinda ao Serviço de Urgência.

A taxa de mortalidade dos doentes acompanhados pela UNIICA em 2019 foi de 9.9% e de 4,4% em 2020 (redução de 62,8%).

Este prémio vem reconhecer e consolidar todo o trabalho desenvolvido por esta equipa que tem permitido uma resposta imediata, estruturada e focada na capacitação dos doentes com insuficiência cardíaca, traduzindo-se numa melhoria de todos os indicadores de resultado, nomeadamente, mortalidade, hospitalização e cumprimento terapêutico com subsequente impacto económico.

ler mais 
11/11/2022

Conselho de Administração apresenta a atividade realizada no 3º trimestre e orientações estratégicas para o ano de 2023

O Conselho de Administração do Centro Hospitalar de Setúbal, E.P.E. (CHS) apresentou, no dia 09 de novembro, os dados de acompanhamento da produção do 3º trimestre de 2022 e as orientações da tutela para a negociação do Contrato Programa e Plano Atividades e Orçamento de 2023.

Foi enaltecido o trabalho desenvolvido pelos profissionais do CHS, porquanto tem constituído  fator preponderante para o crescimento da atividade assistencial verificada no presente em todas as principais linhas de atividade.

O Centro Hospitalar realizou, entre janeiro e setembro de 2022, 194.018 consultas médicas, o que representa um crescimento de 9,7% face ao ano anterior. No que respeita às primeiras consultas foram realizadas 60.026, mais 13,7% comparativamente ao período homólogo.

Relativamente à atividade cirúrgica, constatou-se também um crescimento muito expressivo desta atividade. Até setembro do presente ano foram realizadas mais 28% de cirurgias comparativamente a 2021, contabilizando-se a realização de 11.260 cirurgias.

Foi ainda constatado o crescimento do número de doentes tratados em regime de internamento, estimando-se 14.735 doentes no final de 2022, mais 14,6 % em comparação com o ano de 2021.

No que respeita aos atendimentos efetuados no Serviço de Urgência estima-se que até final do ano possam vir a realizar-se 136.036 observações, atividade esta que se aproxima já dos valores pré-pandémicos verificados no Centro Hospitalar.

No que concerne à atividade desenvolvida em regime de Hospital de Dia, estima-se que o CHS realizará até final deste ano 54.777 sessões, incremento que traduz um crescimento de atividade relativamente a 2021 na ordem dos 12,3%.

Nesta sessão foram comunicadas ainda orientações referentes à contratualização interna e externa para o ano de 2023. Foi reforçada a necessidade de melhorar a acessibilidade dos utentes no que diz respeito à primeira consulta hospitalar e à realização de cirurgias.

No final da sessão, Pedro Lopes, Presidente do CA agradeceu a dedicação e empenho dos profissionais que contribuíram para estes resultados e reforçou a necessidade de envolvimento de todos, para que o excelente trabalho desenvolvido possa continuar a ser potenciado em prol da satisfação das necessidades de saúde da população.

         
ler mais